Receio de perder patrocínio em campanha leva parlamentares à corrida pela aprovação da Reforma Política
08/08/2017 - 22h04 em Politica

 

Após a aprovação da Reforma Trabalhista e em meio à divisão do Congresso em relação ao presidente Michel Temer, a corrida agora é pela aprovação da Reforma Política.

Com a proibição do financiamento empresarial de campanhas por parte do Superior Tribunal Eleitoral (STF), os parlamentos temem uma escassez de recursos e querem, para ontem, alterações nas regras para as próximas eleições.

 

Para se tornarem válidas para a disputa em 2018, as novas regras previstas precisam ser aprovadas até 7 de outubro, um ano antes da eleição.

 

Fonte: Iane Gois (Facebook)

Foto: Google

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!