Quarta-feira, 31 de maio de 2017 às 16:12 em Esporte
Silvio Santos renuncia ao cargo de presidente do Sergipe

 

A má campanha na Série D, somada à ausência nas finais do Campeonato Sergipano, trouxeram ares de crise ao João Hora, que teve seu ápice nesta terça-feira, 30: Sílvio Santos renunciou ao cargo de presidente do Sergipe.

 

Em nota oficial, o ex-mandatário disse que “o momento é de se afastar e dar oportunidade para novas pessoas conduzirem o clube, reoxigenar o time e é hora de buscar um modelo novo para dirigir o clube e não será obstáculo para isso”.

 

Com a renúncia, quem assume a presidência do clube é Ari Rezende, que ocupava a vice-presidência do alvirrubro. A apresentação do técnico Ribeiro Neto está mantida.

 

A crise

2017 vêm sendo um ano complicado para o Sergipe. Favorito no Sergipão por conta da conquista do ano passado decepcionou a torcida, terminando o campeonato no terceiro lugar do hexagonal e ficando de fora das finais e, consequentemente, sem a Copa do Nordeste da próxima temporada. O fracasso culminou na demissão do técnico Betinho e contratação de Marcelo Vilar.

 

Na Série D, duas derrotas: uma para o Jacobina, na Bahia, e outra, contra o América – RN, em pleno Batistão. No mesmo dia do desligamento de Vilar, o Sergipe anunciou a volta de Ribeiro Neto como novo comandante do time.

 

O bom momento seu deu na Copa do Nordeste: boa campanha na fase de grupos e classificação para o mata-mata, onde foi eliminado pelo Bahia.

 

Os fracassos culminaram na insatisfação da torcida, que fez alguns protestos e, em redes sociais, chegaram pediram a saída do presidente.

 

 

Fonte: AJN

(Foto: Arquivo Infonet) 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!